Cave canem

Esstava eu a passear em paz comigo e com todo o mundo pelos campos imensos que rodeiam a nossa aldeia de Schimmert, quando encontrei um casal que segurava três cães, grandes en feios, à trela. Ao passar por eles dei-lhes os bons dias, quis continuar o meu pacífico passeio, quando de repente um dos cães arrastou a senhora, e mordeu-me violentemente no antrebraço direito. Era uma ferida em condições que sangrava bastante. A Maria, que é a coordenadora da nossa comunidade, levou-me logo ao médico,que limpou e ligou a ferida, e me deu uma vacina contre o tétano. Resultado de tudo isso: fiquei com  um medo danado dos cães. Para livrar-me deste medo, a nossa Maria disse-me para ligar  ao meio dia o canal National Geografic. É um programa orientado por um Dog Whisperer, que é versado nos sentimentos mais subtís da alma canina. Liguei o programa, e deparei logo com uma senhora aflita, também ela mordida por um cão. Também o dito cão estava presente. Primeiro o douto técnico tentou acalmar a senhora com vários métodos, e já que ela era crente, também recorreu à oração e à meditação. Quando a senhora estava mais ou menos estabilizada, o técnico dedicou a sua atenção ao cão com o intúito de acalmar o bicho. Mas de repente o cão tornou-se furioso, e mordeu o técnico ferrozmente na mão direita. Metia dó, mas ao mesmo tempo era muito cómico. A nossa Maria ficou profundamente desiludida por não ter conseguido livrar-me do medo. Cave canem.

Cumprimentos para todos. Padre João.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: