PENTECOSTES

“Cada qual os ouvia falar na sua própria língua”. São Paulo não ligava muito às tais línguas, até achava que alguns exageravam, p.e. na Igreja de Corinto. Diz ele que falar as línguas dos anjos ou dos homens não vale nada se faltar o amor. O cristão adulto sabe que se trata da fé, da esperança e da caridade. O amor é um milagre, capaz de mudar os homens. “Nas nossas línguas” não é um milagre na boca dos pregadores, ou nos ouvidos dos ouvintes. É um milagre do coração, do amor. O Espírito transforma tudo pelo amor.

Boas Festas, e cumprimentos para todos. Padre João

Uma resposta a PENTECOSTES

  1. Francisco Navalho diz:

    Pe. João
    Notei a falta das suas palavras. Não tenha dúvida que nos são importantes, mesmo quando parece que do outro lado não há feedback….acredite que é antes a corrida da vida (no veloz cavalo cinzento do poema…) que se impõe fora do nosso controlo…
    Um abraço e obrigado.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: